Unicoba elevará em 50% produção de set-top-boxes

Depois de produzir 70 mil set-top boxes digitais em sua fábrica de Manaus no primeiro semestre deste ano, a Unicoba aumentará em 50% o volume de produção no segundo semestre e, a partir de janeiro, passará a fabricar 30 mil unidades por mês. Isto se não entrar algum contrato com uma grande operadora, o que elevaria mais ainda as vendas, diz o diretor comercial da divisão de set-top box, Bruno Starling. A empresa representa no Brasil a coreana Topfield, inclusive para PVR (Personal Video Recorder), e iniciou, em novembro de 2007, a fabricação de cinco modelos a partir dos conjuntos desmontados. Os modelos atuais são produzidos em standard definition, mas os próximos serão high definition, diz Starling.
Em julho serão lançados novos produtos para MMDS, cabo e satélite. O terrestre, para TV digital aberta, ainda está engatinhando, admite o executivo, confiante num forte aumento das vendas tão logo esse mercado decole. As novidades serão apresentadas durante a 16ª Feira e Congresso ABTA, de 11 a 13 de agosto, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.
Os modelos para TV digital serão comercializados no grande varejo, em lojas de eletroeletrônicos especializadas. Mas Starling não revela detalhes da estratégia. Diz apenas que a Topfield tem muito interesse no mercado de TV aberta.

Notícias relacionadas

Produtos adaptados

Os modelos são adaptados no País de acordo com as especificações dos atuais clientes de televisão por assinatura e distribuídos em 14 Estados. Entre eles estão TV Show, de Fortaleza, VerTV (Campos dos Goycatazes/RJ), TVN (São Luís/MA), TV Cabo (Natal) e Acom (Norte, Nordeste e Sudeste). Só com a Acom a Unicoba firmou recentemente novo contrato para 50 mil decodificadores, o que requer investimento em equipamentos e mão-de-obra para elevar a produção até o final do ano.

Crescimento de participação

A Topfield faturou cerca de US$ 200 milhões globalmente, no ano passado, com set-top boxes e PVRs, enquanto a Unicoba chegou próximo a US$ 100 milhões com várias linhas de produtos para informática e telefonia móvel. Os decodificadores e PVR representaram em torno de 11% do total, com expectativa de chegar a 20% no final do ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.