Brisanet adotará o Magma, core de rede do Facebook

Foto: Christoph Scholz

Segundo José Roberto Nogueira, CEO da Brisanet, além do espectro, uma das principais barreiras para a entrada dos pequenos operadores no mercado de 5G são os equipamento e core de rede. "Tem que se investir milhões nessa plataforma, é muito caro", diz. 

Uma saída que os PPPs têm recorrido é a plataforma aberta de core de rede móvel Magma, desenvolvida pelo Facebook. A Brisanet implantou de forma experimental o sistema e deve utilizá-lo comercialmente, diz Nogueira, que de deverá adquirir 400 torres para rede de acesso wireless no começo de 2021. "Com baixo custo [no core] posso comprar uma primeira torre e testar na zona rural", explica. A Brisanet não é a primeira a usar o core do Facebook. A provedora iConecta, do interior de São Paulo, tem utilizado o sistema há um ano. O Magma é uma plataforma aberta criada como uma das iniciativas do Facebook Connectivity, cuja proposta é reduzir o custo de operação para a ampliação de acesso e redução de custos de operação sobretudo para operações de menor porte.

A formatação imaginada pela Brisanet é a de prover acesso 4G ou 4,5G para até 120 casas com pequeno investimento em apenas um painel. "Posso chegar a 100 clientes com tickets de R$ 60, o que dá R$ 6 mil de faturamento mensal, e atender a comunidade como se fosse fibra", declara. Segundo ele, mesmo com o consumo de streaming de vídeo simultâneo, é possível manter uma conexão com capacidade razoável para esse grupo de clientes.

Em relação ao leilão de 5G, a Brisanet insiste para que seja assegurado espaço para provedores regionais e assegura que, ao contrário de outros países, o 5G no Brasil terá muito espaço em pequenas e médias cidades, "que até o final de 2022 estarão todas fibradas, pelo menos no Nordeste". Esse backhaul de fibra, diz Nogueira, é essencial para assegurar a cobertura 5G. "O que a gente pede é que a Anatel coloque um leilão em que as contrapartidas sejam o atendimento com 5G, não a cobertura com fibra, porque a fibra a gente já vai fazer", disse o executivo durante o Encontro de Cooperação e Política de Conectividade, realizado pelo Facebook Connectivity esta semana, com organização da TELETIME (Colaborou Samuel Possebon).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.