Déficit da balança comercial de produtos eletroeletrônicos aumenta em janeiro

O déficit da balança comercial dos produtos elétricos e eletrônicos aumentou 54% em janeiro de 2017 comparado ao mesmo mês do ano anterior, totalizando US$ 2,2 bilhões, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) divulgados nesta quarta, 22. Segundo a entidade, este resultado reflete o desempenho das importações, que aumentaram 39,2% e somaram US$ 2,5 bilhões no primeiro mês do ano.

Todas as áreas representadas pela entidade mostraram alta menos o de automação, com destaque para o crescimento de 45,5% dos componentes eletroeletrônicos, que representam 60% das importações totais. As importações de bens de telecomunicações cresceram 45,4% e totalizaram US$ 176,2 milhões no período. Dentre os produtos mais importados, estão os componentes para telecom, com US$ 413 milhões (aumento de 47%), e telefones celulares, que somaram US$ 66 milhões (avanço de 224%).

Por outro lado, as exportações totalizaram US$ 349,3 milhões em janeiro, uma redução de 13%. A Abinee argumenta que o desempenho é reflexo de um "fato isolado" – a queda de 62,5% em equipamentos industriais por conta de uma alta atípica em janeiro de 2016. As exportações de produtos de telecomunicações totalizaram US$ 16,4 milhões no período, aumento de 51,6%. Dentre os produtos mais exportados estão as estações radiobase (ERBs), que mais do que triplicou (286%) o volume, totalizando US$ 10 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.