Cielo quer incentivar lojistas a adotar POS com conexão à banda larga fixa

A Cielo pretende incentivar os lojistas parceiros a usar um modelo de máquinas de processamento de transações eletrônicas de crédito, o chamado POS, com acesso à rede de banda larga fixa.

Notícias relacionadas
Eduardo Chedid, vice-presidente de produtos e negócios da companhia, afirma que o fato de as novas máquinas serem conectadas diretamente à Internet de alta velocidade dos lojistas faz com que as transações sejam completadas entre 7 e 8 segundos mais rapidamente do que com outras tecnologias. “Essa é a nossa grande aposta para 2012, então queremos incentivar a adoção desse modelo de POS”.

De acordo com o executivo, atualmente 72% dos clientes da Cielo têm acesso à conexões em banda larga, o que pode facilitar a adesão a esse modelo de máquinas. “Fizemos um modelo com redundância na conexão, assim, caso a banda larga caia, o POS continua funcionando; mas com acesso discado”, comenta Chedid sobre a possível melhora com relação aos problemas de conexão, comuns em épocas nas quais o comércio recebe uma carga extra de transações eletrônicas. Hoje, aproximadamente 30 mil máquinas da Cielo com acesso à Internet banda larga estão em uso no País.

Outro modelo que pode despontar, em breve, é o de POS Wi-Fi. A máquina ainda está em fase de testes e, segundo Chedid, tem a limitação de requerer outros equipamentos para funcionar, como um modem Wi-Fi ligado à banda larga.

Atualmente a empresa tem mais de 400 mil máquinas com a tecnologia GPRS, espalhadas em redes de varejo de todo o País. A expectativa da companhia é que "boa parte delas migre para os novos modelos ", de acesso rápido à rede.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.