Publicidade
Início Newsletter Positivo prepara expansão do portfólio 5G com recursos do Funttel

Positivo prepara expansão do portfólio 5G com recursos do Funttel

Imagem: Positivo/Divulgação

A marca Positivo Tecnologia vai receber um investimento de R$ 72 milhões para projetos de 5G no Brasil. O recurso se deu por meio do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel), operado pelo BNDES. Com isso, a empresa poderá ampliar as linhas de smartphones, tablets e máquinas de cartão compatíveis com a quinta geração de redes móveis.

Em entrevista ao TELETIME, o vice-presidente de estratégia e inovação da empresa, Leandro Rosa dos Santos, explicou que a injeção de capital vai possibilitar a transição para 5G do portfólio da fabricante. “A Positivo tinha uma capacidade limitada de transformar a linha atual de dispositivos em 5G, então esse investimento nos habilita a fazer essa transição”, explicou.

Dessa forma, os R$ 72 milhões em investimentos do Funttel serão utilizados para expansão e atualização das três fábricas da companhia no País. A primeira delas, em Curitiba (PR), é a matriz de pesquisa e desenvolvimento da marca, onde também se encontra parte da operação de serviços e manufatura. Em Manaus (AM), fica a unidade de manufatura, onde se produzem principalmente as placas de circuito interno dos dispositivos. Já a montagem dos equipamentos fica a cargo da fábrica em Ilhéus (BA).

Notícias relacionadas

De acordo com o vice-presidente, a Positivo espera que 65% do portfólio de produtos da marca no mercado seja compatível com a quinta geração de redes móveis até o final de 2025

PoS

No Brasil, parte expressiva das maquininhas de cartão de crédito ainda utilizam 2G e 3G – redes das quais a Anatel já debate o desligamento. O vice-presidente de estratégia e inovação da Positivo não projetou um prazo ideal para que essa transição ocorra por aqui. “Já estamos preparados, mas isso depende da demanda do mercado”, comentou ele.

De acordo com Santos, a marca ainda não dispõe de um modelo de terminal de pagamento (PoS) validado com 5G à disposição do mercado, mas já existem estudos para o lançamento de uma solução desse tipo até o final de 2025.

Apesar disso, o vice-presidente informou que atualmente a marca não comercializa mais modelos apenas 2G ou 3G, sendo a maioria das maquininhas já compatíveis com as redes móveis 4G.

Smartphones 5G

Entre os celulares, a Positivo trabalha hoje com duas linhas de smartphones compatíveis com 5G: a Infinix Hot (com modelos de entrada cujos preços partem de R$ 899 no varejo online) e a Infinix Note (com aparelhos “intermediários premium” que custam a partir de R$ 1.500).

Segundo Santos, a fabricante vê a linha Infinix Hot como a melhor opção de inclusão digital 5G no mercado brasileiro. “A Positivo tem essa diferença. Ela traz soluções para esse desafio de inclusão digital e acesso tecnológico [no País]”.

Investimento em soluções e serviços

Junto com o anúncio do investimento do Funttel, o BNDES também comunicou a injeção de mais R$ 258 milhões por meio do programa Mais Inovação para que a fabricante possa embarcar recursos de inteligência artificial (IA) e cibersegurança a novas soluções e serviços. Assim, o aporte intermediado pelo BNDES totaliza R$ 330 milhões.

Além das soluções para terminais de pagamento, existem projetos relacionados a automação e segurança para casas e organizações inteligentes, novas ferramentas para gestão da infraestrutura de tecnologia da informação corporativa e kits para cadastramento de informações biométricas, captura de documentos e assinaturas.

A Positivo pretende embarcar inteligência artificial em todas as plataformas dela, como Positivo Casa Inteligente, na nossa suíte educacional pedagógica, no nosso ecossistema de Android, principalmente nas máquinas PoS”, explicou Santos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile