Impasse entre Apple e Ministério da Justiça impede Uplay de vender games no Brasil

A desenvolvedora brasileira de jogos para dispositivos móveis Uplay vive uma situação sui generis: não consegue vender seus títulos no País. O problema é que o Ministério da Justiça (MJ) não aceita a classificação dos jogos adotada pela Apple e exige que a fabricante do iPhone submeta esses títulos à sua avaliação.
Adriano Rayol, sócio-diretor da Uplay, afirma que Apple e MJ se reuniram há cerca de dois meses, mas não chegaram a um acordo. Enquanto isso, os jogos desenvolvidos no Brasil pela Uplay são vendidos em todo o mundo, menos no Brasil e na Coréia, que também vive esse impasse.

Notícias relacionadas
Para driblar o problema, a companhia está procurando um publisher brasileiro que publique o jogo na Apple Store na categoria "entretenimento", que fica fora do controle do MJ. Assim, o mesmo jogo seria publicado pela Uplay na categoria "games" para o resto do mundo e, no Brasil, esse publisher o publicaria na categoria "entretenimento". A Apple não permite que o desenvolvedor publique o mesmo conteúdo em duas categorias diferentes de acordo com a região. O principal mercado da Uplay é o norte-americano, de onde vem de 60% a 70% da sua receita.
Recentemente a Uplay deixou de desenvolver aplicativos para terceiros para se concentrar no segmento de jogos. Por enquanto, a estratégia da companhia é desenvolver jogos para iOS e portar para os demais sistemas operacionais apenas os games de sucesso. "Tenho na minha cabeça que vamos fazer uns 20 jogos e um vai ser sucesso", diz ele.
Essa nova atividade responde por uma participação de menos de 5% na receita da companhia. Rayol acredita que ao fim de 2011 esse segmento pode atingir uma participação entre 15% e 20% do faturamento. O executivo participou nesta quarta, 18, do 10º Tela Viva Móvel, evento organizado pela Converge que acontece em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.