Unicel diz que não pode se defender a contento por causa de sigilo

NOTA DA REDAÇÃO – O presidente da Unicel, José Roberto Melo da Silva, envia o seguinte esclarecimento a este noticiário em referência à notícia publicada na última quinta-feira, 16.:

"Lamentamos a publicação da matéria sobre disputa entre Transit e UNICEL.
Publicou-se versão maliciosa de 'fontes ligadas a Transit', sem que a UNICEL pudesse se defender a contento.

Notícias relacionadas
Estamos sujeitos ao sigilo de processo arbitral em curso na CCBC – Câmara de Comércio Brasil Canadá – contra a HITS Telecom e que envolve a empresa Transit. Nesta condição, estamos impedidos de apresentar fatos ou documentos que façam parte do processo e de nossas alegações, conforme informado ao autor da matéria.
A UNICEL acredita que há foros adequados para disputas empresariais e pede ao TELETIME cautela na publicação de versões claramente difamatórias.
Atenciosamente.
José Roberto Melo da Silva
CEO"

TELETIME ouviu e citou o presidente da Unicel na reportagem, bem como outra fontes, e consultou o referido processo na Justiça. Eventuais argumentos ou documentos hoje sigilosos por quaisquer razões receberão o mesmo espaço e tratamento quando puderem ser publicados. Entretanto, este noticiário tem como política publicar informações que considere relevantes ao interesse de seus leitores, e entende que eventuais restrições legais a que as partes estejam submetidas não se estendem a este veículo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.