Operadoras e Anatel caminham para um ajuste da VU-M sem imposição da Justiça

A longa polêmica sobre a arbitragem da interconexão entre operadoras fixas e móveis parece estar chegando perto de uma solução. Um acordo final entre as operadoras é esperado para o começo de setembro, especialmente entre a GVT, que foi à Justiça contra as tarifas praticadas pelas móveis, e as operadoras de telefonia celular. A decisão no caso da GVT, naturalmente, se reflete em toda a indústria e demais operadoras fixas. Segundo apurou este noticiário, estão agendadas para os meses de julho e agosto uma série de reuniões conciliatórias sobre o tema na agência. A proposta, acordada informalmente com a Justiça, é chegar a uma solução definitiva para a redução progressiva e planejada da VU-M (valor de uso da rede das operadoras móveis), sem criar transtornos para os operadores móveis e atendendo ao pleito das fixas de desoneração da tarifa de interconexão. As partes entenderam que o pior cenário seria se a Justiça determinasse um valor de VU-M. Isso não invalida a perspectiva futura de ajustes dos valores de interconexão em função do modelo de custos. Uma vez celebrado um acordo definitivo, ficará mais fácil a arbitragem dos reajustes de valores passados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.