Despesas de bancos com telecom caem 18,3%

Os bancos brasileiros gastaram 18,3% menos com serviços e equipamentos de telecomunicações em 2008 em relação a 2007, segundo dados da pesquisa "O setor bancário em números", da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). No ano retrasado, esse gasto somou R$ 769 milhões, 5% do total de investimentos e despesas em tecnologia realizados no período. Em 2008, o número caiu para R$ 628 milhões (4%). O estudo foi divulgado no 19º Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras (CIAB), que acontece no Transamérica Expo Center, em São Paulo, de 17 a 19 de junho.
Segundo o diretor de TI do Banco do Brasil, Francisco Alvarez Raia, essa queda de gastos é reflexo de uma nova estratégia dos bancos que, de uns anos para cá, passaram a terceirizar diversos serviços de suas redes com o intuito de obter melhor eficiência operacional. "A grande concorrência no setor obrigou essas instituições a agir assim", diz. De acordo com Raia, ferramentas e soluções de redução de custos e melhoria de processos, como VoIP, gerenciamento de banda com qualidade de serviço, mobile banking, digitalização e outros também contribuíram para a redução de despesas com telecom. "As operadoras também forçaram essa queda nas contas, pondo em prática uma política comercial agressiva com o intuito de ocupar o mercado", finaliza.
Investimentos
Segundo o estudo da Febraban, o crescimento nos investimentos dos bancos em serviços e sistemas de telecomunicações de 2007 para 2008 foi vegetativo, de R$ 2,484 bilhões (17% do total de investimentos e despesas em TI) para R$ 2,490 bilhões (15%). O setor de telecomunicações, no entanto, alega que a oscilação do câmbio e a valorização do Real mascara um aumento maior nas vendas e comemora o fato de não ter ocorrido retração apesar da crise financeira global, que viveu em 2008 o seu auge.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.