Publicidade
Início COVID-19 Especialistas acreditam em 5G e capacitação para aumentar inclusão na pós-pandemia

Especialistas acreditam em 5G e capacitação para aumentar inclusão na pós-pandemia

Especialistas que participaram do debate promovido pela Câmara dos Deputados nesta terça-feira, 14, sobre a ampliação do acesso à conectividade no pós-pandemia (que ainda continua) apontaram que a tecnologia 5G e a criação de politicas públicas focadas são dois caminhos que podem resolver o gap digital que existe no país.

Ildeu Borges, diretor da Conexis Brasil Digital, apontou que o 5G, além e ampliar a possibilidade de acesso, também vai permitir uma nova experiência de serviços para os usuários. Ele destacou ainda que as obrigações assumidas pelas operadoras vencedoras do leilão permitirão a chegada da nova tecnologia móvel a diversos rincões do Brasil.

Outro aspecto também mencionado pelo representante da associação que reúne as principais operadoras do Brasil foi a necessidade de liberação dos fundos setoriais para a implementação de políticas públicas. “Além disso, precisamos também superar barreiras como uma reformulação nas legislações municipais de antenas. Isso amplia o acesso à conectividade e garante a chegada do 5G em várias cidades”, afirmou Borges.

Notícias relacionadas

Capacitação

Marcelo Lacerda, Diretor de Relações Governamentais e Políticas Públicas do Google Brasil, acredita que é preciso que as empresas criem iniciativas que incluam e capacitem grupos historicamente fora do mundo digital. Ele citou algumas experiências da companhia, como o programa “Cresça com o Google”, que capacita as pessoas em novas oportunidades de empregos, treinando-os para abrir seu próprio negócio. “Temos focado em mulheres. Nele, já foram treinadas mais de 10 mil mulheres”, afirmou o representante da bigtech.

Outro programa do Google envolve o financiamento de pequenas e média empresas (PMEs). Segundo Lacerda, a empresa destinou um fundo de investimentos de US$ 8 milhões para a América Latina, do quais US$ 4 milhões foram destinados para o Brasil. “A ideia é facilitar o acesso a esses recursos para que as empresas tenham acesso a financiamentos e linhas de crédito. Também criarmos uma política de Google Ads para PMEs, para permitir uma divulgação maior dos trabalhos desenvolvidos por esse setor”.

Por fim, Lacerda também lembrou que a empresa tem um programa programa de apoio voltado para pessoas negras e que são criadoras de startups, assim como também desenvolve um projeto que prevê a inclusão de pessoas trans no mercado de trabalho.

Indústria

O representante da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato, disse que o setor de tecnologia enxerga na aprovação da PEC 10/2021 uma oportunidade de crescimento na indústria que fornece equipamentos e insumos para a conectividade, o que pode dinamizar a ampliação do acesso a uma série de novas tecnologias. Um ponto destacado pelo executivo também foi o problema da escassez de semicondutores. Segundo ele, o momento atual é uma oportunidade para fazer uma revisão, para termos uma outra Ceitec, com uma nova forma de governança.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Sair da versão mobile