"Receita da Oi foi impulsionada pelo crescimento no segmento residencial", diz Valim

Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira, 14, no Rio de Janeiro, o presidente da Oi, Francisco Valim, avaliou positivamente o resultado do balanço do terceiro trimestre de 2013. “Esse trimestre foi excelente. Estamos muito satisfeitos. Foi a primeira vez nos últimos dois anos e meio que a receita líquida cresceu”, vibrou Valim. Para o presidente, o lucro líquido consolidado de R$ 315 milhões no período destacado é resultado do crescimento no mercado residencial, em que a operadora conquistou 380 mil novos clientes e reverteu o quadro de 2011, quando a companhia registrou perda de 600 mil clientes. “Principal item de reversão foi UGRs (unidades geradoras de receita) residenciais”, afirmou Valim.

A receita da companhia no segmento residencial totalizou R$ 2,5 bilhões, com um aumento de R$ 24 milhões em relação ao trimestre anterior. Esse número, contudo, indica que, em comparação com o terceiro trimestre de 2011, houve uma redução de 3,8% na receita líquida gerada pelo segmento, já que há um ano a operadora registrava uma receita líquida de R$ 2,6 bilhões. A despeito dessa comparação anual negativa no segmento residencial, o clima na companhia é de otimismo. “O desafio foi conseguir reverter tendência de receitas declinantes. Hoje, nossa expectativa é de que a receita continue crescente. Houve uma mudança de tendência”, avaliou Valim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.