América Latina fecha 2016 com 119 milhões de conexões LTE

Ao final do ano passado, o mundo contabilizava 1,9 bilhão de conexões LTE após um avanço de 75% em 12 meses, de acordo com dados da consultoria Ovum divulgados pela 5G Americas nesta terça-feira, 14. A maior parte desse total (55%, ou 1 bilhão de acessos) estava na região da Oceania e do Sudeste/Oriente da Ásia, enquanto a América do Norte foi responsável por 298 milhões (16%) das conexões, sendo 61 milhões de adições líquidas comparadas com dezembro de 2015. A América Latina mais do que dobrou sua base (com crescimento de 21% apenas no quarto trimestre) e contabilizou 119 milhões de acessos LTE (6%), enquanto a Europa Ocidental tinha 195 milhões (10%).

De acordo com o levantamento, o mercado latino-americano contava com 699 milhões de acessos em banda larga móvel, sendo 17% com LTE. Um ano antes, essa participação era de 7,7%. A previsão da Ovum é que os acessos 4G totalizem 171 milhões na região (incluindo M2M) até o final deste ano, alcançando uma participação no mercado de tecnologias móveis de 24% na área. Em 2021, a previsão é de que a base chegue a 449 milhões de conexões. Em escala global, a previsão é de que os acessos LTE cheguem a 4,7 bilhões ao final desse período, representando mais da metade (53%) de todos o mercado móvel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.