Provedores e associações se unem para padronização de tecnologia para redes virtualizadas

Foto: Erkin Sahin/FreeImages.com

Provedores de acesso se juntaram às associações MEF e TM Forum para anunciar o lançamento da primeira série padronizada de APIs para serviços de ciclo de vida orquestrados (LSOs) na Carrier Ethernet até o final do ano. Trata-se de um novo padrão da indústria trabalhado em parceria com empresas como AT&T, Colt Technology Services, Level 3, Orange, Comcast, PCCW Global, Verizon, Sparkle, CableLabs e Kyrio, e que visa difundir a adoção de redes definidas por software (SDN) no setor por meio da interoperabilidade.

A promessa é que os provedores poderão utilizar as APIs padronizadas para trabalhar mutuamente nas arquiteturas de SDN quase que em tempo real. A primeira série, que deverá sair apenas no final de 2017, será um avanço na possibilidade de disponibilizar serviços on-demand orquestrados em redes mais automatizadas, virtualizadas e interoperáveis, evitando atritos e ineficiências na hora de oferecer um serviço integral de ponto a ponto.

As três primeiras APIs deverão ser definidas ainda neste ano: validação de endereços, disponibilidade de serviços e pedidos. As demais (pedidos, cotização, cobrança, controle de qualidade, testes e gestão de mudanças) serão adicionadas posteriormente. As empresas interessadas em participar da iniciativa podem visitar o site do MEF para mais informações, enquanto os detalhes sobre o framework de APIs abertas do TM Forum estão disponíveis aqui.

A padronização está sendo conduzida pela parceria entre MEF e TM Forum e gira em torno do "ponto de referência" LSO Sonata, que lida com gerenciamento de interações operacionais e de negócios entre provedores Ethernet. A API aberta será do TM Forum, que é utilizada por vários dos maiores provedores de serviço. A iniciativa utilizará também contribuições de APIs da Orange, AT&T, CableLabs, Colt e Kyrio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.