Publicidade
Início Newsletter Vivo quer que fornecedores também reduzam emissões de CO2

Vivo quer que fornecedores também reduzam emissões de CO2

Joanes Ribas, executiva de sustentabilidade da Vivo. Foto: divulgação

A Vivo anunciou nesta segunda-feira, 12, uma meta para que todos os fornecedores com “atividades intensivas em CO2” reduzam suas emissões de gases de efeito estufa por meio de uso de energia e combustíveis renováveis, além de atuação para melhoria de processos. 

Com isso, a operadora espera diminuir em 39% as emissões na cadeia de valor (chamado “escopo 3”) até 2025, zerando as emissões líquidas até 2040 e atuando também sobre emissões indiretas, que não estão no controle da organização.

Com isso, a operadora pretende “engajar parceiros de negócios” em torno das iniciativas Ambientais, Sociais e de Governança (ESG) de olho na jornada de sustentabilidade, segundo afirmou em comunicado a executiva de sustentabilidade da Vivo, Joanes Ribas. A empresa afirma ser carbono neutra desde 2019, e tem meta de ser uma empresa “net zero” até 2025.

Notícias relacionadas

Em junho, um encontro virtual com “mais de 115 fornecedores de diferentes tamanhos e segmentos, como manutenção, construção, call center, equipamentos e tecnologia, para conscientiza-los sobre os impactos das mudanças climáticas nos negócios e o meio ambiente e propor iniciativas de mensuração, gestão e redução de gases de efeito estufa (GEE)”.

A Vivo implanta a ESG na gestão com metas atreladas a bônus executivos. Segundo a operadora, para 2021 a meta é de não ultrapassar 81,2 mil toneladas de emissões de CO2, “mesmo com a previsão de expansão dos serviços”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile