TIM e C6 Bank anunciam oferta conjunta de plano controle e banco digital

Foto: Pixabay

Após acordo estratégico fechado em março, a TIM e o C6 Bank anunciaram nesta sexta-feira, 10, que vão iniciar uma oferta conjunta com foco em clientes da modalidade controle da operadora. A direção da TIM também sinalizou que novos movimentos devem ser anunciados nos próximos meses no campo dos serviços financeiros, inclusive com chance de colaboração com concorrentes.

Novos e atuais usuários controle da empresa terão um bônus de 4 GB ao abrirem uma conta no C6 Bank e mais 4 GB toda vez que pagarem a conta da TIM pelo banco digital. Por outro lado, o C6 poderá oferecer aos consumidores um cartão de crédito sem anuidade (sujeito à análise de crédito), que garantirá o parcelamento de smartphones em até 18 vezes sem juros nas lojas TIM.

Também estarão disponíveis CDBs "com taxa exclusiva" e outros produtos financeiros do banco, como conta corrente gratuita, saques e transferências ilimitados e tags de pedágio. A dupla afirma que o cliente da TIM será imediatamente reconhecido no momento da abertura da conta no C6 Bank e, com isso, já terá acesso aos benefícios.

A oferta conjunta também é válida para clientes controle que já são correntistas do banco. Além disso, também a partir desta sexta-feira, clientes do plano pré-pago TIM Beta passam a contar com 4 GB de bônus ao realizarem recargas a partir de R$ 60 pelo app do C6 Bank.

Em maio, o banco digital contava com cerca de 2 milhões de contas abertas. Pelo acordo com a TIM, a depender da evolução dos resultados da parceria, a operadora pode se tornar acionista minoritária do C6, através de um mecanismo de remuneração baseado em objetivos.

Colaboração

De acordo com a TIM, a empresa e o C6 Bank "acompanham atentamente a transformação do setor bancário no Brasil, como novas formas de pagamento e transações, para entregarem – em breve – facilidades que demonstrem uma total sinergia de telecomunicações e serviços financeiros".

Durante a abertura da Convenção de Vendas da operadora, o CEO da TIM, Pietro Labriola, abordou o tema. Segundo o executivo, uma oportunidade para o segmento de telecomunicações envolve pagamentos móveis via QR code. Sem entrar em maiores detalhes, Labriola afirmou que uma colaboração com Claro, Vivo e Oi pode ser necessária neste campo.

"Enquanto competimos com nossos concorrentes em muitas coisas, nessa parte é mais provável que vamos colaborar, e os quatro lançarmos esse serviço, para que faça diferença", pontuou o CEO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.