Para CEA, crise mundial não prejudica indústria eletrônica

O presidente da CEA (Consumer Electronics Association), Gary Shapiro, ao ser questionado por este noticiário, disse que a crise econômica global não vem afetando significativamente a indústria de eletrônica de consumo nos EUA. A associação prevê vendas globais de produtos em 2012 de US$ 1 trilhão, dos quais 20% seriam dos EUA.

Para ele, produtos como tablets, notebooks, smartphones e TVs não custam muito e trazem grande valor para os usuários, e por isso resistem à crise. “Não são apenas entretenimento, são produtos que ajudam na comunicação, no trabalho, ajudam a pessoa a conseguir um emprego, ou fazer um trabalho em casa, empreender”, disse o executivo durante  apresentação à imprensa nesta terça em Las Vegas.  O CES 2012 deve juntar 150 mil participantes, disse Shapiro, dos quais 30 mil vindos de fora dos EUA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.