Claro apresenta serviço de vídeo sob demanda

A Claro anunciou nesta terça-feira, 9, um serviço over-the-top (OTT) multiplataforma para streaming de vídeos pelas redes 4G na faixa de 2,5 GHz, além de funcionar em redes 3G+ (nome comercial do HSDPA+ na operadora). O ClaroVideo deverá ser lançado no esquema "soft launch" no primeiro trimestre de 2013, será voltado para smartphones e tablets e deverá competir com serviços como Netflix, embora seja a primeira iniciativa de várias em OTT que a companhia quer oferecer.

Segundo o presidente da empresa, Carlos Zenteno, o ClaroVideo terá "preço competitivo", com catálogo de "milhares de produtos disponíveis", e funcionará tanto com base em assinatura quanto em video on-demand (VOD) transacional, contando ainda com um catálogo adicional de lançamentos com cobrança por fora da franquia. Clientes da Claro TV terão também acesso. A cobrança poderá ser feita tanto na conta do usuário quanto na hora, via cartão de crédito. "O mercado está pronto para experimentar as novas tecnologias", garante. A plataforma funcionará tanto em aplicativos para iOS e Android quanto em smart TVs e videogames, e usará tecnologia para adequar a qualidade do streaming de acordo com a velocidade, seja no LTE ou no 3G, ou no Wi-Fi.

Esta é a primeira de uma série de ofertas OTT que a Claro está pretendendo anunciar até o lançamento comercial da rede 4G, que deverá acontecer em abril de 2013, a tempo de cumprir a obrigação de cobertura em sete cidades-sede da Copa das Confederações, chegando às cidades-sede da Copa do Mundo "antes de dezembro". Depois, a companhia pretende lançar um serviço de games online baseado em cloud, além de um de música também em streaming.

Infraestrutura

O executivo considera o serviço como um alinhamento dos investimentos em infraestrutura de backbone da empresa, que inclui 90 mil km em fibra ótica (com 85% dos sites em IP) e um projeto para os próximos 11 anos que instalará a fibra com capacidade inicial de 500 Gbps saindo do Rio de Janeiro, passando por Fortaleza e, depois, Estados Unidos. Os fornecedores escolhidos, anunciados também nesta terça, são a Huawei e a Ericsson, embora a operadora "não descarte" outras empresas.

A Claro também está investindo no lançamento de terminais 4G. Além dos recentes lançamentos do smartphone Motorola Razr HD e do modem LTE da Huawei, a operadora deverá lançar até o final do ano a versão 4G do Samsung Galaxy S3, que já está em fase final de homologação na Anatel. "Estamos conversando com outras marcas, como a Sony, que está sendo avaliado, e a Nokia", revela Zenteno. 
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.