ALU confirma demissões e anuncia foco em small cells

A Alcatel-Lucent (ALU) confirmou na manhã desta terça-feira, 8, que planeja cortar dez mil postos de trabalho até o final de 2015. Em comunicado à imprensa, a fornecedora francesa de equipamentos e soluções de telecomunicacões afirmou que a medida faz parte do projeto The Shift Plan, anunciado em junho pelo CEO Michel Combes, e que planeja economizar 1 bilhão de euros no período, ou 15% dos custos fixos da companhia, além de destinar mais recursos para pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias, em particular de small cells.

No comunicado, Combes disse: "Para seguir com esse plano, precisamos tomar decisões difíceis e nós faremos isso com diálogo aberto e transparente com nossos funcionários e seus representantes. O Shift Plan é sobre a companhia ganhar de volta o controle de seu destino". Na segunda-feira, ao jornal francês Le Monde, Combes afirmou que "todo mundo sabe que esse plano é a última chance", confirmando que a companhia está em uma "situação muito séria".

O CEO da Alcatel-Lucent irá apresentar nesta terça o plano de cortes ao European Centre for Integration and Development (ECID). Conforme informado na segunda pela imprensa francesa, serão 4.100 postos na Europa, Oriente Médio e África; mais 3.800 na região Ásia-Pacífico; e 2.100 nas Américas. Ainda não há informações de cortes no Brasil.

Na França, em particular, serão 900 demissões em 2014 nas áreas de suporte, administrativo e funções de venda. Ainda assim, a companhia deverá contratar 200 engenheiros e técnicos com "novas competências técnicas". "Ao final de 2015, o programa de transformação da companhia poderia também resultar em mobilidade interna, transferência para parceiros e recontratações para aproximadamente 900 funcionários, os quais terão os cargos mantidos, dentro ou fora da companhia".

Mais investimento em pesquisas

O Shift Plan prevê uma realocação de investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) para tecnologias de próxima geração, como 4G e plataformas IP, e em particular a criação de um novo centro de competência de small cells, "área de particular interesse para a companhia". Esses aportes deverão representar 85% dos gastos na área em 2015 – atualmente, os recursos de P&D para essas tecnologias são da ordem de 65%. Da mesma forma, os investimentos em pesquisas para tecnologias legadas diminuirão 60%. Mais reduções são previstas nos gastos administrativos, de vendas e de suporte.

Também haverá mudanças na parte industrial da empresa, apesar de o comunicado não confirmar o fechamento das unidades nas cidades de Rennes e Toulouse, além da venda das plantas de Eu e Ormes. O texto apenas afirma que a Alcatel-Lucent irá focar em dois sites, Villarceaux, no sul de Paris, que será o centro de P&D primordial da ALU; e em Lannion, que será especializado em acesso móvel de ultra banda larga e tecnologias de gerenciamento de assinaturas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.