Telefonia fixa já tem menos de 34 milhões de linhas no Brasil

Foto: Pixabay

O serviço de telefone fixo comutado (STFC) atingiu 33,97 milhões de acessos em novembro do ano passado, contra 34,41 milhões em outubro. Segundo dados disponibilizados pela Anatel, isso representa uma queda de 1,28% – comparado a novembro de 2018, contudo, a redução foi de 9,97%. Desse total, 32,3 milhões são de prestadoras de grande porte, e outros 1,7 milhão são das operadoras menores, especialmente nos estados do Sudeste e do Centro-Oeste.

No recorte por regime, os acessos de concessão totalizaram 18,48 milhões, uma redução de 1,70% no comparativo mensal. Também no regime de autorização, o total de acessos caiu, embora menos: 0,77%, total de 15,49 milhões de linhas.

Notícias relacionadas

Entre os grandes grupos econômicos e somando as duas modalidades, a maior redução foi da Telefônica/Vivo, que perdeu mais de 200 mil acessos (queda de 1,80%) no mês e encerrou novembro com 10,92 milhões de linhas. Já a Oi perdeu 168,9 mil contratos (redução de 1,58%), terminando o mês com 10,48 milhões de acessos. 

A Claro/Net, terceira maior base de STFC, reduziu em 0,57% o total (56,7 mil desligamentos), ficando com 9,85 milhões de linhas. A TIM tinha no penúltimo mês do ano passado 1,05 milhões de contratos, após aumento de 0,79% (8,2 mil adições líquidas). 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.