Anatel vai criar regulamento para "fibras óticas aéreas"

A Anatel planeja colocar em consulta pública este ano um regulamento para o uso das frequências de 70 GHz e 80 GHz para fins de backhaul de redes móveis, ou seja, a transmissão de dados entre as antenas celulares e o backbone das operadoras. A tecnologia é conhecida como "fibra ótica aérea", pois consegue atingir velocidades de 1 Gbps a 5 Gbps, similar àquela das fibras, só que pelo ar, sem fio, em transmissões ponto-a-ponto. "Não adianta instalar ERBs (estações radiobase) de 4G sem ter backhaul compatível. No interior e em cidades com muitos morros, como o Rio de Janeiro, é difícil levar cabos de fibra ótica para as torres", comentou o vice-presidente da Anatel, Jarbas Valente, que participou nesta segunda-feira, 3, do 13º Rio Wireless, no Rio de Janeiro.

É provável que o licenciamento para o uso dessas frequências de "fibra aérea" seja vinculado ao leilão de 700 MHz, que será usado para banda larga móvel 4G, adiantou o representante do órgão regulador. As faixas de 70 GHz a 80 GHz também serão usadas para a comunicação de trens-bala.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.