Anatel confirma 6 GHz apenas indoor; estudos para aplicações outdoor já começaram

Além do edital do leilão de 5G, o conselho diretor da Anatel aprovou também na semana passada os requisitos técnicos para o uso restrito da faixa de 6 GHz. Isto é, a utilização de toda a porção de 1.200 MHz do espectro não licenciado para aplicações como o WiFi 6E. Mas, para evitar problemas com interferência em estações satelitais (FSS) e enlaces de micro-ondas, a agência restringiu o uso indoor (ambientes internos) da faixa, além de estabelecer os limites de potência.

Por enquanto, a agência diz que já iniciou o estudo para posterior aplicações outdoor com sistemas que garantam a convivência das aplicações sem risco de interferência. Era uma preocupação trazida pelo setor satelital durante a consulta pública. 

A Anatel confirmou que o uso da faixa de 6 GHz, "em especial a aplicação do WiFi 6E", tem a intenção de servir para equipamentos indoor, como roteadores. A agência diz que isso se deve à existência de redes legadas que fazem "uso pontual em caráter primário em parte da faixa, como o SARC [Serviços Auxiliares de Radiodifusão e Correlatos] que atende link de comunicações". 

Notícias relacionadas

Desta forma, a potência estabelecida pela Anatel ficou da seguinte forma:

Valor médio máximo de EIRPValor médio de densidade espectral EIRPValor RMS de emissões espúrias fora da faixa 5.925-7.125 MHz
Ponto de Acesso Indoor / Ponto de Acesso Subordinado30 dBm5 dBm/MHz-27 dBm/MHz
Equipamento Cliente de Ponto de Acesso Indoor24 dBm-1 dBm/Mhz-27 dBm/MHz
Equipamento com Potência Muito Baixa17 dBm-5 dBm/Mhz-27 dBm/MHz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.