Anatel mantém faixa de 6 GHz integral para WiFi6E

Espectro, frequência, faixa. Foto: Pixabay

A Anatel assegurou nesta quinta, dia 25, o uso integral dos 1.200 MHz da faixa de 6 GHz (5.925 MHz a 7.125 MHz) para aplicações não licenciadas, o que inclui sistema de WiFi6. A decisão veio da deliberação sobre os requisitos técnicos para uso da faixa. Apesar de a agência já ter tomado esta decisão no ano passado, a parcela destinada ao uso não licenciado foi colocado novamente na consulta pública pelas empresas de telecomunicações e alguns fornecedores tradicionais do setor, como Ericsson, Huawei e Nokia, que pleiteavam que a Anatel deixasse uma parte do espectro de 6 GHz ainda passível de ser destinada ao 5G no futuro.

Mas a Anatel manteve o entendimento anterior e fica em linha com as manifestações das empresas de Internet (Apple, Facebook entre outras) e fornecedores como Qualcomm, Cisco, e Commscope. Carlos Baigorri, relator da matéria, afirmou que não seria mais necessário destinar a quantidade de espectro destinada porque essa decisão já estava tomada, e que uma análise exaustiva já havia sido feita pelo conselheiro Emmanoel Campelo quando relatou o texto para consulta pública.

Os conselheiros votaram por unanimidade em linha com o voto de Baigorri e todos fizeram destacadas manifestações em defesa do WiFi6E. Para Moisés Moreira, a decisão da Anatel será essencial para viabilizar a ampliação de aplicações de realidade aumentada e realidade virtual (AR e VR). Já o presidente Leonardo Euler lembrou que esse foi um dos temas mais importantes debatidos na última WRC e que se trata de uma das decisões mais debatidas e refletidas da Anatel.

Notícias relacionadas

A única novidade é que o conselheiro Carlos Baigorri sugeriu que a Superintendência de Outorgas e Recursos a prestação que acompanhe e monitore eventuais interações entre os sistemas de baixa potência (VLP) e os serviços de transportes inteligentes (ITS) em função de radiações espúrias por seis meses após a aprovação do ato. Mas não promoveu nenhuma alteração de potência nem de limites aos sistemas VLP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.