OUTROS DESTAQUES
INFRAESTRUTURA
Abrint quer manter regras para ocupação de postes
quarta-feira, 31 de Janeiro de 2018 , 18h00

A Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint) divulgou nota nesta quarta-feira, 31, em que contesta a decisão da Anatel e Aneel (Agência Nacional de Energia) de buscar uma nova solução para o aluguel de postes pelas empresas de telecomunicações.

A entidade lembra que a resolução conjunta nº 4, em vigor desde 2015, garante um valor de referência (R$ 3,19 por ponto de fixação) para aluguel de postes por empresas de telecom. A associação defende que o acordo é bom para ambos os setores e reforça que o momento agora é de garantir a efetivação das regras, inclusive a aplicação do preço de referência, e de "não destruir o que foi conquistado". "Reconhecemos que a resolução conjunta teve muita dificuldade de ser implementada e, nesses dois anos, tivemos poucos avanços. No entanto, as discussões já foram feitas e as decisões tomadas. O foco da Anatel deve ser cumprir a resolução em vigor e não começar algo do zero" comenta em comunicado o presidente da Abrint, Basílio Perez.

Na visão da entidade, a revisão pode gerar também insegurança jurídica e instabilidade no setor. "Quem já ganhou processos anteriores relacionados aos preços de aluguel em primeira instância pode sofrer consequências jurídicas, caso a Anatel e a Aneel resolvam desconsiderar a resolução atual" diz o presidente.

Para contribuir com a implementação do acordo, a Abrint está organizando um movimento de regularização de ocupação de postes. "Não podemos ignorar as decisões que já foram tomadas e abrir mão das conquistas do setor. A Anatel deve lutar pelo cumprimento da resolução conjunta nº 4. Por isso, estamos desenhando um projeto piloto para a ocupação de postes" finaliza o Perez.

A reação da Abrint ocorre após o superintendente executivo da Anatel, Carlos Manuel Baigorri ter declarado, durante reunião do Conselho Consultivo nesta terça-feira, 30, que a resolução conjunta entre as duas agências pouco avançou e que um dos desafios para este ano é refazer uma regulamentação do zero. "Este é um problema a ser enfrentado neste ano", afirmou. Também ressaltou que outra questão a ser enfrentada é o compartilhamento em dutos nas rodovias. Segundo Baigorri, o assunto não faz parte das prioridades do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNITT).

Ainda nesta quarta-feira, a Anatel publicou no Diário Oficial da União (DOU) despacho em conjunto com a Aneel em que a Comissão de Resolução de Conflitos formada pelas duas agências e mais a Agência Nacional do Petróleo (ANP) determina manutenção do preço e condições do Contrato de Compartilhamento de infraestrutura entre A.P Oliveira & Cia Informática LTDA, Companhia Paulista de Força e Luz – CPFL. De acordo com o despacho, a CPFL deve cobrar o valor de R$ 3,19 por ponto de fixação em poste da empresa de tecnologia – ou seja, o valor de referência estabelecido na resolução conjunta nº 4. O valor é retroativo a outubro de 2015, com acréscimo de correção pelo IGP-M, tendo como data base 30 de dezembro de 2014, quando foi publicada a resolução das agências.

COMENTÁRIOS

1 Comentário

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top