OUTROS DESTAQUES
Balanço
Grupo Telefónica lucra 8,9 bilhões de euros no mundo
quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 , 16h35 | POR REDAÇÃO

A Telefónica registrou crescimento de 2,3% no lucro líquido no quarto trimestre de 2007, atingindo 1,06 bilhão de euros. Em todo o ano de 2007, o lucro líquido do grupo cresceu 43% somando 8,91 bilhões de euros, enquanto sua receita avançou 7%, para 56,44 bilhões de euros. Atualmente, o grupo está passando por um programa de reestruturação, promovendo cortes no segmento de linha fixa na Espanha e se concentrando na telefonia móvel e internet de alta velocidade. Embora positivo, o resultado poderia ter sido melhor ainda. É o que se depreende das explicações no balanço. Segundo o comunicado, o crescimento foi limitado pela concorrência mais acirrada e regulamentação mais rígida, além de condições cambiais desfavoráveis em alguns mercados importantes na América Latina.
No final de 2007, o grupo registrava em sua carteira 228,5 milhões de clientes em todo o mundo, indicando um acréscimo de 12% na comparação com o ano anterior. O número de usuários de banda larga cresceu quase 29%, para 10,2 milhões.

América Latina

A receita líquida do grupo na América Latina cresceu 11% no ano de 2007, registrando 20 bilhões de euros, sendo que o Brasil ficou com a maior fatia desse resultado: 38,2%. O lucro operacional antes de depreciações e amortizações na região foi de 7,1 bilhões de euros. O Brasil contribuiu com 43,1% nesse resultado, seguido por Venezuela (14,9%) e Argentina (11,1%).
A operadora espanhola, que controla a Telesp e divide com a Portugal Telecom o controle da Vivo, terminou 2007 com 134,1 milhões de clientes na América Latina, 16,9% a mais que há um ano, graças ao crescimento da telefonia móvel, que aumentou 22,4% no ano passado e chegou a 102 milhões de linhas. Quanto à telefonia fixa, a companhia terminou o ano com 23,9 milhões de assinantes, número bastante próximo ao de 2006.
A Telefónica investiu 3,343 bilhões de euros na América Latina no ano passado, valor 18,9% superior a 2006, principalmente em banda larga e televisão e no desenvolvimento da rede GSM.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top