OUTROS DESTAQUES
Espionagem
Telecom Italia aciona criminalmente Carla Cico e Kroll
terça-feira, 27 de julho de 2004 , 19h32 | POR REDAÇÃO

A Telecom Italia entrou com uma ação criminal na Justiça do Rio de Janeiro, nesta terça-feira, 27, contra a presidente da Brasil Telecom (BrT), Carla Cico, e contra o presidente da Kroll Inc, Michael Cherkasky. O motivo foram as notas publicadas nos últimos dias pela BrT e pela Kroll em grandes jornais do país. Em uma delas, assinada pela BrT, a Telecom Itália é descrita como uma empresa que ?tem uma longa história internacional de corrupção e envolvimento em atos ilícitos?. A companhia italiana considera caluniosas tais afirmativas e entende que elas comprometem sua reputação. ?A Telecom Italia confia nas autoridades brasileiras e tem certeza de que será feita justiça contra as ilegalidades cometidas?, informou a empresa.
As notas publicadas nos jornais foram uma resposta à suspeita de que que a Kroll teria espionado o alto escalão do governo federal durante a investigação que fazia da Telecom Itália a pedido da BrT. O caso foi divulgado em matéria da Folha de S. Paulo na semana passada. A Polícia Federal está investigando o assunto.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top