OUTROS DESTAQUES
Bolsa de valores
Recompra da Telemar traz pouco impacto no mercado
terça-feira, 08 de junho de 2004 , 19h19 | POR REDAÇÃO

O anúncio da retomada do programa de recompra de ações da Telemar não resultou em melhoria da performance dos papéis do grupo em bolsa.
Na quarta-feira passada, o Conselho de Administração da Telemar aprovou o programa de recompra de até 295,9 milhões de ON e 3,9 bilhões de PN de TEMAR (operadora) e de até 4 bilhões de ON e 25,5 bilhões de PN de TNLP (holding), durante um prazo de 365 dias, para posterior cancelamento ou manutenção em tesouraria.
Em tese, haverá menos papel da ação mais líquida da bolsa, o que poderia resultar em alguma pressão de alta. Mas não foi o que aconteceu. Nos três pregões que se seguiram, apenas TEMAR ON (+3,85%) e TNLP PN (+4,17%) subiram, assim mesmo, abaixo da variação do Ibovespa (+4,62%). E nesta terça-feira, 8, apenas TMAR3 subiu (quase 1%).
De qualquer forma, Telemar continua sendo a empresa de telefonia fixa mais recomendada pelos analistas. Especialmente devido às perspectivas abertas pela sua operação móvel. O mau humor dos investidores em relação ao grupo, no curto prazo ainda é ligado à recente venda de sua participação na iG, pois a companhia ainda não revelou aos acionistas como vai atuar no segmento de internet.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top