OUTROS DESTAQUES
Comunicações digitais
Faltará interessados para o SCD, diz presidente da Hispamar
terça-feira, 16 de Março de 2004 , 14h47 | POR REDAÇÃO

Na opinião do presidente da Hispamar, Luiz Francisco Tenório Perrone, será muito difícil aparecerem 11 empresas interessadas na licitação do Serviço de Comunicações Digitais (SCD), muito menos haverá competição por todas as áreas propostas pela Anatel no edital de consulta pública do novo serviço. ?Queremos participar do processo, mas ninguém quer ser uma concessionária, com todas aquelas implicações e metas complexas?, disse Perrone, em sua apresentação durante o seminário "O SCD e o Desenvolvimento de Banda Larga", realizado em São Paulo.
Para ele, existem três grandes questões que dificultarão a licitação: as tarifas, o plano de metas e as áreas estabelecidas. Em relação à tarifa, ele afirma que será muito complexo criar preços para um serviço novo, que não existe em nenhum outro País, no formato do SCD. ?Somar a atualização dos softwares, a manutenção dos PCs e tantas outras questões em tantas regiões diferentes será extremamente complicado?, afirma o presidente da empresa.
Em relação às áreas, Perrone acredita que a Anatel deveria permitir que uma concessionária atuasse em mais de uma região ou que a agência redefinisse o serviço em um número menor de áreas que fossem contínuas. ?Isso diminuiria os custos para as concessionárias de SCD e, no caso das incumbents, criaria sinergia com as atuais operações caso as regiões do SCD fossem mais parecidas com as do STFC?, explicou. Ele também pleiteou um plano de metas mais simples para não afugentar os possíveis interessados no serviço. ?O SCD virou assunto acadêmico de tão complicado?, afirmou Perrone.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top