OUTROS DESTAQUES
Competição
Pauletti diz que terá outorgas sem resolver pendências
quarta-feira, 19 de junho de 2002 , 20h41 | POR FERNANDO PAIVA

Para o presidente da Telemar, José Fernandes Pauletti, a falta de contrato de unbundling não será um empecilho para que a operadora consiga as novas outorgas de longa distância nacional e telefonia local fora de sua área junto à Anatel. Segundo o executivo, a Telemar se dispôs a desagregar sua rede de acesso. O problema é que as outras empresas não concordam com os preços da tabela da tele. ?Nossos preços são mais caros porque tivemos que investir mais pesado na universalização?, explica. Apesar do imbróglio sobre este assunto, Pauletti se diz confiante em encontrar uma solução rapidamente. Na sua opinião, o unbundling deveria ser temporário, valendo apenas durante o período necessário para que os novos entrantes comecem a competir efetivamente. ?Depois, cada um deveria investir em sua própria rede?, sugeriu.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top