OUTROS DESTAQUES
FUNDOS SETORIAIS
Teles recolhem R$ 7,2 bilhões para o Fistel e Fust em 2015
quarta-feira, 16 de março de 2016 , 15h19

As teles recolheram em torno de R$ 7,2 bilhões para o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) e para o Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) em 2015, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, 16, pela Anatel. A arrecadação do Fistel somou R$ 5,4 bilhões no ano. As taxas (TFF e TFI) responderam por R$ 3 bilhões e as outorgas, por R$ 2,3 bilhões.

Já para o Fust, as operadoras recolheram R$ 1,7 bilhão em 2015. Os maiores valores vieram da contribuição mensal sobre o faturamento das operadoras, que somaram R$ 1 bilhão no ano. O total arrecadado com outorgas ficou em R$ 681,1 milhões, enquanto as multas resultaram em mais R$ 19,9 milhões e as certificações, R$ 990 mil.

Desde 2001, quando o Fust foi criado, até 2015, a arrecadação somou R$ 19,5 bilhões. O Fistel, que começou a ser cobrado em 1997, rendeu R$ 67,6 bilhões ao Tesouro Nacional.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top