OUTROS DESTAQUES
Espectro
Ministro descarta adiamento do leilão da faixa de 2,5 GHz
quarta-feira, 14 de setembro de 2011 , 22h45 | POR REDAÇÃO

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse hoje achar "incompreensível" o pedido de algumas empresas de telecomunicações para adiar o leilão da frequência de 2,5 GHz, que permitirá a entrada da tecnologia 4G no mercado brasileiro. Bernardo afirmou que as empresas estão com "olho grande" em outra frequência e querem se esquivar de fazer investimentos cobrados pelo governo. "Acho incompreensível. Houve uma briga enorme por esta frequência de 2,5 GHz", disse ele em referência à disputa com as empresas de MMDS, antigas donas da faixa.

As declarações foram dadas nesta quarta, 14, em evento de assinatura de dois contratos de empréstimo de R$ 100 milhões dos recursos do Funtel à Finep. As teles pressionam para que haja uma definição, antes do leilão de 2,5 GHz, no sentido de que o espectro de 700MHz possa ser usado também por operadoras de celular. Nos Estados Unidos, a tecnologia de 4G é usada na frequência de 700 MHz, que por ser mais baixa demanda instalação de menos antenas do que a de 2,5 GHz. Hoje, a faixa de 700 MHz é usada no Brasil por empresas de radiodifusão e há um prazo até 2016 para que elas façam a transição para a TV digital. O ministro disse que essa discussão não está em pauta. As informações são da Agência Estado.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top