OUTROS DESTAQUES
Cabos submarinos
Angola Cables assina MOU com instituições de ensino e pesquisa
quinta-feira, 14 de abril de 2016 , 18h13

A Angola Cables anunciou nesta quinta, 14, a assinatura de um memorando de entendimento (MOU) com o grupo de instituições de ensino e pesquisa Americas Lightpat para a colaboração conjunta de projeto de rede para conectar e compartilhar pesquisas, estudos e conteúdo de conhecimento entre os continentes da África e as Américas. Para tanto, utilizará o Sistema de Cabos do Atlântico Sul (SACS, na sigla em inglês), cabo submarino da companhia angolana. Entre as instituições que fazem parte do grupo Americas Lightpat estão as brasileiras Rede Nacional de Pesquisa (RNP) e Academic Network at Sâo Paulo (ANSP), além da Universidade Internacional da Flórida e a internet2. O SACS ligará Luanda a Fortaleza, com previsão para lançamento comercial em 2018, e se conectará com o cabo submarino Monet, projeto em parceria com o Google, Algar Telecom e Antel do Uruguai e que ligará o Brasil aos Estados Unidos a partir do começo de 2017.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top