OUTROS DESTAQUES
Infraestrutura
Netflix criará ponto de presença no Nordeste em setembro
sexta-feira, 03 de junho de 2016 , 15h09

Atualmente com pontos de presença (PoP) em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, a Netflix deverá inaugurar o próximo no Nordeste. O PoP da empresa, que conta com servidores da rede de distribuição de conteúdo (CDN) para entregar o serviço de streaming de forma mais otimizada ao usuário (por estar mais próximo da ponta), será inaugurado na capital cearense. "O próximo PoP que vamos lançar este ano em Fortaleza e ficará operacional em setembro. E a gente espera que sirva não apenas para o Ceará, mas outros estados", afirma o diretor de estratégia de redes da Netflix, Flávio Marcelo, durante debate no encontro de provedores regionais da Abrint nesta sexta-feira, 3, em São Paulo.

Ele ressalta que o PoP de Porto Alegre, em particular, foi considerado um sucesso por ter "alavancado muito o tráfego no PTT (ponto de troca de tráfego)". Segundo Marcelo, o PoP no Rio de Janeiro atualmente tem um tráfego de 150 Gbps. Destaca também a política aberta de peering da companhia over-the-top (OTT), que permite parceria com provedores para troca de tráfego.

A Netflix chegou a usar a infraestrutura de CDNs da Akamai, mas atualmente conta com uma rede própria para colocar o conteúdo mais próximo do usuário, a Open Connect. O diretor da empresa explica que conta com servidores de 36 Gbps com suporte a IPv6 nativo, mas atualmente testa interface de 100 Gbps.

Mais resolução, menor tráfego

Flávio Marcelo destaca também que nos últimos meses a Netflix tem presenciado um menor uso de tráfego por parte de todos os provedores brasileiros. O que acontece, na verdade, é que a empresa substituiu o codec de vídeos, reduzindo o tamanho e, consequentemente, o volume trafegado. "Fizemos uma melhoria bastante considerável nos algoritmos de codificação de filme que reduziu o tamanho, inclusive em Super HD (formato de alto bitrate da em Full HD – 1080p – disponível apenas para empresas conectadas à Open Connect), e assim reduziu a quantidade de banda para ter resolução grande".

A Netflix está recodificando todo o catálogo, também em 4K. Até abril, estava com 80% da biblioteca já com o novo codec. "É um esforço contínuo, sempre vamos tentar reduzir recursos de banda para melhorar."

Queixa

Para provedores regionais menores, no entanto, há um problema na hora de se conectar com a Open Connect da OTT. A requisição mínima de tráfego para permitir o cache é de 750 Mbps, volume que algumas ISPs não conseguem atingir. Flávio Marcelo explica que a empresa não pode negociar com menos do que isso. "Fizemos análise financeira, e esse é o limite para o cache ter vida útil de pelo menos dois anos", alega.

COMENTÁRIOS

2 Comentários

  1. Lucilo Wanderley disse:

    Cara amigos sou do RN, e quero registrar que no PTT em Campina Grande na Pariba já tem CDN da Netflix.

  2. Ola, sou profissional da are de propaganda ja faz 25 anos,, editor de video 12 anos e vfx compositor 13 anos,como faço para mandar meu curriculo?? Voces poderiam me mandar um endereço de email ?? Grato pela atençao.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top