OUTROS DESTAQUES
Satélites
Hispasat e Gilat assinam acordo para levar conectividade em banda Ka a ISPs no Brasil
quinta-feira, 02 de agosto de 2018 , 16h12

A operadora espanhola Hispasat e a sua filial brasileira Hispamar assinaram acordo com a fornecedora de tecnologia para redes de satélite Gilat para comercializar a capacidade HTS em banda Ka dos satélites Amazonas 3 e 5 no Brasil. Segundo as empresas nesta quinta-feira, 2, o contrato habilita a Hispamar a fornecer serviços de banda larga residenciais e corporativos através de parcerias com provedores de Internet regionais (ISPs). A ideia, afirmam as companhias, é ajudar a "reduzir a exclusão digital e promover o desenvolvimento do país" ao chegar a regiões remotas.

A Hispamar utilizará a capacidade em banda Ka do Amazonas 5, lançado recentemente, e do Amazonas 3, que foi o primeiro com a usar a frequência na América Latina. A Gilat fornecerá a plataforma multisserviços SkyEdge II-c, o centro de operações de rede (NOC, na sigla em inglês) e serviços de suporte. Vale lembrar que, considerando o coletivo de ISPs como um grupo, é o que mais cresce em banda larga fixa no Brasil há algum tempo.

O Amazonas 5 foi lançado em setembro de 2017 do Cazaquistão e iniciou sua fase operacional em novembro, após chegar à sua posição orbital 61 graus Oeste. Além do Brasil, a cobertura com quatro feixes de banda Ka e 24 transponders em banda Ku (para serviços fixos, como televisão DTH e redes corporativas) é destinada à Américas Central e do Sul. Já o Amazonas 3, lançado em fevereiro de 2013, foi usado inicialmente para fornecimento de conectividade em áreas rurais do Chile e de outros países da América Latina (exceto o Brasil) para a Telefónica.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top