Com Amazonas 3, Telefónica lança banda larga para áreas rurais do Chile

Depois de contratar por meio de sua subsidiária Media Network no início do ano passado toda a capacidade de banda Ka do satélite Amazonas 3, lançado em fevereiro de 2013 pela Hispasat, para oferecer banda larga via satélite na América Latina, a Telefónica lançou o serviço comercialmente no Chile nesta quinta, 29.

Notícias relacionadas
O objetivo é dar conectividade, em uma primeira etapa, a 50 mil novos usuários de áreas rurais ou cidades carentes de infraestrutura fixa daquele país. Serão mais de 125 comunidades atendidas de Illapel a San Fernando com velocidades de 2 Mbps a 6 Mbps e a expectativa é de que o serviço de banda larga via satélite seja estendido para todo o território chileno nos próximos anos.

O projeto de banda larga via satélite da Telefónica para toda a América Latina (exceto Brasil) consumiu investimentos de US$ 250 milhões, montante este que inclui a compra da capacidade satelital, infraestrutura e equipamentos. O grupo espanhol ainda construiu dois teleportos, no Chile e nos EUA, que são controlados e monitorados a partir do teleporto da Media Network em Lima (Peru). A estratégia não se aplica, contudo, ao Brasil. Por aqui, a Media Networks acabou vendendo a capacidade da banda Ka no Amazonas 3 para a Via Sat Brasil, depois que as grandes concessionárias, incluindo a Oi e a própria Telefônica, não manifestaram interesse em prestar o serviço de banda larga via satélite.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.