OUTROS DESTAQUES
Regulamentação
TRF volta a rejeitar apelação da União e da Anatel sobre bens reversíveis
sexta-feira, 02 de Fevereiro de 2018 , 15h40

A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da Primeira Região em Brasília rejeitou apelação da União e da Anatel para impor embargo à sentença em favor de ação civil da associação brasileira de defesa do consumidor – Proteste sobre os bens reversíveis relativos aos contratos de concessão da telefonia fixa (STFC). O voto do relator, o desembargador federal Carlos Moreira Alves, ressalta que a União e a agência não deram cumprimento ao anexo I  do inciso XI do artigo 93 da Lei Geral de Telecomunicações (nº 9.472/97), que enfatiza a necessidade de inventário de bens reversíveis. A decisão pode ser acessada clicando aqui (PDF).

Alves explica que "em momento algum foi suscitada questão pertinente à eventual prescrição da ordem de cadastramento e inventário de bens, seja nas contestações ao pedido inicial, seja nos recursos de apelação, não se podendo, por isso mesmo, insuscetível de ser taxado de omisso a propósito o acórdão embargado". O desembargador diz que a Anatel e a União insistem com entendimento contrário ao acórdão e, por isso, "mal disfarçam seu intuito de, a pretexto de verem sanadas omissões inexistentes, em verdade rediscutir as premissas jurídicas do decidido, com o fim de obter melhor sorte no resultado do julgamento, procurando assim imprimir ao recurso nítida feição infringente, incompatível com a só natureza declaratória do mesmo".

O desembargador cita votos de colegas que citam a Constituição Federal ao argumentar que a União, por meio da Anatel, "tem interesse jurídico, econômico e financeiro" nos bens reversíveis para que "eventualmente possam no futuro lhe ser reversíveis à sua posse, até para que ela possa administrar bem". Assim, declara que a decisão está de acordo com a jurisprudência e que não há necessidade de reexame dos fundamentos.

O TRF já havia decidido em favor da Proteste no caso em 2016, mas a ação civil em si foi ajuizada ainda em 2011. A associação quis garantir que operadoras não vendessem bens reversíveis sem a avaliação prévia afirmando que isso poderia causar danos ao erário. Foi pedido ainda que a Anatel fosse obrigada a apresentar o inventário e as listas de bens correspondentes aos contratos assinados em 1998 e 2006, além de exigir a anexação do inventário dos bens reversíveis. Nas apelações, Anatel e União argumentaram ser desnecessária a inclusão do inventário porque, no processo de privatização, as teles poderiam dispor sem limites do acervo de bens vinculados às concessões com a justificativa de que seriam propriedade privada.

A decisão desta sexta-feira, 2, é a terceira em favor da Proteste. A advogada da entidade, Flávia Lefèvre, comemorou. "Esta decisão, no momento em que a Anatel tem dito que pretende flexibilizar o controle sobre os bens reversíveis, é extremamente importante para se preservar as redes públicas brasileiras, essenciais para a universalização do acesso à Internet", declarou.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top