ABTA quer igualdade de condições para disputar com serviços OTT

Uma das mensagem da ABTA durante seu evento anual, que acontece na próxima semana, em São Paulo, será a de que é necessário buscar um ambiente competitivo e regulatório com igualdade de condições para disputar mercado de vídeo com serviços over-the-top (OTT), sobretudo aqueles operados fora do País. Segundo o presidente da associação, Oscar Simões, a TV por assinatura tem obrigações e impostos que estes serviços não têm, como as cotas de conteúdo, por exemplo. "Precisamos sensibilizar os reguladores e os legisladores sobre a falta de simetria de obrigações", alerta o executivo.

Evento

Participam da abertura do evento, dia 6, os ministros Paulo Bernardo (Comunicação), Marta Suplicy (Cultura), e os presidentes da Anatel (João Rezende) e Ancine (Manoel Rangel). Além da presença das autoridades, o encontro terá a apresentação de especialistas nacionais e estrangeiros em questões que hoje são relevantes para o mercado de TV por assinatura, como as novas formas de distribuição de conteúdos, a programação nacional, o mercado publicitário, os investimentos em novas redes de banda larga, a massificação dos pacotes, conteúdos em alta definição, pirataria, must carry de canais abertos, regulamentação de direito autoral entre outros temas. Mais informações sobre a ABTA 2013 estão disponíveis pelo site www.abta2013.com.br .

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.