Telenor disposta a comprar bancos para prover m-payment

A operadora de origem norueguesa Telenor está disposta a comprar bancos, se for preciso, para lançar serviços de pagamento móvel em mercados emergentes onde atua. "Queremos levar serviços financeiros para todas as pessoas, tal como acontece com o telefone celular. Nossa meta é que 10% de nossa receita em países emergentes venha de m-payment", disse a vice-presidente de serviços digitais da Telenor, Kristin Lund, durante painel sobre m-payment no Mobile World Congress, em Barcelona, nesta terça-feira, 29.

Uma primeira experiência foi realizada no Paquistão, onde a Telenor adquiriu participação majoritária em um banco de microfinanciamento. Lá, a operadora lançou o "Easypaisa", um serviço de m-payment que em poucos meses superou 30 milhões de transações que somaram mais de US$ 700 milhões. A utilização do serviço cresce na casa dos dois dígitos a cada mês, afirmou Kristin. "Operamos com 5% do custo de um banco tradicional, porque nosso sistema é mais simples. Demora apenas entre 5 a 10 minutos para se abrir uma conta", relatou a executiva.

Outra vantagem: o Easypaisa tem uma rede de 18 mil estabelecimentos comerciais no Paquistão que funcionam como correspondentes bancários, onde os usuários podem depositar ou sacar seu dinheiro. Isso é o dobro da quantidade de bancos existentes no Paquistão. "E muitos (dos correspondentes bancários) ficam abertos 24 horas", acrescentou Kristin. "As operadoras de telecomunicações estão em uma ótima posição para bancarizar os desbancarizados", concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.