Com alta de 20% na receita, Google mantém domínio no mercado de publicidade móvel

O Google superou todas as expectativas ao divulgar na quinta-feira, 27, um aumento de 20,2% na receita do terceiro trimestre deste ano, impulsionada por fortes vendas de publicidade em dispositivos móveis e no YouTube. A receita com anúncios subiu 18,1%, para US$ 19,8 bilhões, representando 89,1% da receita total da companhia, que totalizou US$ 22,4 bilhões no período.

Os cliques pagos aumentaram 33% no terceiro trimestre, na comparação com um aumento de 29% no período imediatamente anterior — cliques pagos são aqueles anúncios em que um anunciante paga apenas quando um usuário clica sobre eles.

O custo por clique, ou o valor médio que os anunciantes pagam ao Google, caiu 11% no último período depois de cair de 7% no segundo trimestre. O custo por clique registrou queda porque os usuários migram de desktops para dispositivos móveis. Devido ao espaço limitado, a publicidade em dispositivos móveis é geralmente mais barata.

A empresa de pesquisa eMarketer estima que o Google irá capturar US$ 52,8 bilhões em receita com publicidade em resultados de buscas neste ano, o que corresponde a 56,9% do mercado global.

A receita consolidada da companhia no terceiro trimestre aumentou 20%, de US$ 18,6 bilhões um ano antes para US$ 22,4 bilhões. O lucro líquido cresceu 28%, para US$ 5 bilhões contra US$ 3,9 bilhões registrados em igual período de 2015. As ações da Alphabet, holding do Google, subiram 5,1% desde o início do ano.

A receita obtida com os sites próprios da companhia foi de US$ 16,8 bilhões, alta de 23% na comparação trimestral anual. Já a receita gerada por sites parceiros do Google foi de US$ 3,7 bilhões, cifra 1% maior na comparação ano sobre ano. Outras receitas da empresa totalizaram US$ 2,4 bilhões, alta de 39% que o do terceiro trimestre de 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.