Corte de custeio dos ministérios atinge serviços de telecomunicações

Além do corte de R$ 69,9 bilhões das despesas discricionárias dos ministérios, o governo publicou, nesta quinta-feira, 28, portaria reduzindo em torno de 15% os gastos com custeio. A medida atinge recursos destinados aos serviços de telecomunicações, diárias e passagens, mão de obra e contratação de serviços técnicos, entre outras despesas em 2015.

Notícias relacionadas

O Ministério das Comunicações tem meta gastar no máximo R$ 213,9 mil. O limite de custeio para o Ministério da Cultura é de R$ 266,6 mil. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação terá que limitar gastos a R$ 340 mil e o de Desenvolvimento, a R$ 256 mil. Cada pasta definirá como aplicará os cortes.

As despesas relacionadas ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e a grandes eventos escaparam do corte. Qualquer alteração aos limites impostos terá que ser analisada pelo Ministério do Planejamento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.