Minicom define metodologia para precificação das frequências de FM

O Ministério das Comunicações chegou a um valor para o uso da frequência de 76 MHz a 107.9 MHz, que será utilizada pelas rádios FM que migraram da faixa AM. O anúncio foi feito nesta terça, 28. A autorização para a migração foi assinada em novembro de 2013, mas até agora não havia uma definição de valores.

O ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, não adiantou o valor que será cobrado dos quase 1,8 mil radiodifusores que solicitaram a transferência. Ele afirmou que apresentará a proposta ao Tribunal de Contas da União (TCU) ainda esta tarde.

De acordo com o secretário-executivo do ministério, Luiz Azevedo, a precificação foi calculada com base em metodologia usada pela Bolsa de Valores de Nova York. "No Brasil, não temos referências para chegar a um valor de mercado", afirmou.

O prazo para solicitar a migração das rádios AM para FM, no Minicom, já foi encerrado. Com a mudança, a expectativa do setor é de que as rádios AM recuperem a audiência. Essas emissoras foram prejudicadas não só por causa da interferência no sinal de transmissão, mas também porque não podem ser sintonizadas por dispositivos móveis, como celulares e tablets ou mesmo rádios de automóveis.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.