TV paga tem queda de 5,6% em 2020

Foto: Pixabay

O mercado de TV por assinatura perdeu 828 mil clientes em 2020, uma queda de cerca de 5,6%, segundo dados da Anatel, e fechou dezembro com 14,856 milhões de assinantes. A queda foi menor do que a de 2019, quando a retração foi de cerca de 11%, mas ainda assim a erosão da base de clientes foi consistente em quase todos os meses do ano. A Oi TV foi a única operadora a apresentar crescimento em 2020, com uma ampliação de cerca de 10% em sua base, fechando o ano em 1,69 milhão de assinantes. A maior queda veio da maior operadora, a Claro, que teve uma retração de 11%, ou 776 mil assinantes no ano, fechando dezembro com 6,99 milhões de usuários, sendo 6,13 milhões no cabo e 853 mil no DTH. A plataforma de TV paga via satélite da Claro em 2020 perdeu mais de 40% da base de clientes, contribuindo para que o grupo como um todo tivesse uma queda maior do que a média do mercado.

A Sky perdeu 173 mil clientes no ano (menos 3,8%) e fechou em 4,516 milhões clientes, lembrando que a operadora incorporou boa parte da base da Algar, que saiu do mercado de TV paga. A Vivo TV teve uma retração de 72 mil assinantes, ou 5,7%, e fechou em 1,247 milhão de assinantes. O mercado de operadoras independentes tem cerca de 400 mil usuários, mas esses números variam muito pois o reporte dos operadores para a Anatel é inconsistente.

Destaque em 2020 para o crescimento da base de clientes de TV paga com a tecnologia de fibra, que cresceu mais de 310 mil assinantes (a maior parte da Vivo TV) e fechou em 1,114 milhão de acessos. Esse número considera apenas o Serviço de Acesso Condicionado (SeAC), que é a TV paga tradicional, não levando em consideração portanto serviços OTT nem plataformas de streaming.

Confira no gráfico abaixo o desempenho do mercado mês a mês ao longo de 2020:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.