IMS acredita em crescimento do mercado de publicidade móvel, apesar do cenário econômico negativo

O atual momento da economia na América Latina inspira cautela e cuidado das empresas, em especial quando o assunto é investimento. Mesmo com esse cenário, o setor de publicidade digital vê oportunidades de crescimento em 2015. É o caso da IMS, hub de mídias digitais de empresas de tecnologias dos EUA com foco na região latina.

Notícias relacionadas
"O mercado passa por um momento que não está simples. Ele está um pouco mais receoso com investimentos, mas está andando", avalia Alexandre de Freitas, diretor geral da IMS no Brasil. "É possível ver que a inflação (no Brasil) está aumentando, mas o consumo também continua alto".

Atualmente parceria de empresas como Netflix, iAd (Apple), Waze, LinkedIn, Foursaque, Spotify e Crackle, a companhia argentina atua ao lado de 1.140 agências de publicidade em oito países, vendendo espaços midiáticos nos aplicativos e plataformas.

"Hoje, graças à estratégia de marketing, a IMS é a única capaz de trazer empresas do Vale do Silício (EUA) para a América Latina", afirma o fundador e CEO da IMS, Gaston Taratuta. "Nós somos o meio, o veículo, entre as empresas do Vale do Silício e as agências".

Com dez anos de mercado, a empresa teve crescimento de 40% e lucro de US$ 155 milhões em 2014. A IMS conta hoje com 400 funcionários na América Latina e Estados Unidos, a maioria (200) trabalha em Buenos Aires.

Digital x Tradicional

Para o COO e sócio da IMS Ignacio Vidaguren, o segredo da empresa está no trabalho com publicidade nativa digital, sem interferir no cotidiano do usuário. Quando questionado sobre se é possível medir a diferença entre a publicidade nativa e a publicidade comum, Vidaguren diz que não é possível. No entanto, ele lembra que diferença da mídia tradicional, o gestor pode acompanhar a relevância e o desenvolvimento de uma campanha. Como outro exemplo, ele cita o Netflix, que, segundo ele, cogitou parar com as campanhas tradicionais e "ficar só no digital", pois o investimento dava mais retorno que a mídia tradicional.

Próximos passos

A estratégia do IMS para continuar a crescer não passa apenas pela mídia nativa. A companhia planeja investir em mídia programática (Smart TVs) e atingir o mid marketing (empresas de médio porte). A companhia criou uma nova unidade de negócios chamada de IMS Social Fuel, para aumentar a participação de marcas e empresas nas mídias sociais. O novo serviço, chefiado por Taratura terá como monitorar tendências, palavras-chave, analisar conversas, identificar stakelholders (líderes) e administrar a otimização de mídia paga por meio de painel na web.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.