TVs querem isenção de pagamento pelo uso de sinal de satélite

As duas maiores associações representativas do setor de radiodifusão, Abert e Abratel, enviaram na última quarta-feira, 24, um ofício à Embratel Star One, Intelsat e SES Video, pedindo que o setor de televisão aberta seja isento do pagamento do sinal de satélite oferecido pelas operadoras por um período mínimo de seis meses, a contar de 1º de abril de 2020. As entidades entendem que é preciso dar um tratamento diferenciado para a radiodifusão durante o atual período de crise ocasionada pela pandemia do coronavírus (covid-19). No último domingo, 22, o governo federal decretou os serviços de radiodifusão como um dos serviços essenciais na atual conjuntura de combate ao covid-19.

No ofício, as entidades setoriais reforçam que a medida é essencial para a radiodifusão manter o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos e continuar prestando a toda a sociedade o serviço de informação sobre as medidas de precaução e de combate à pandemia que assola o mundo.

Notícias relacionadas

Mudanças na programação

"Em um momento em que vários setores encontram-se suspendendo as suas atividades, com o intuito de diminuir a proliferação do novo coronavírus (covid- 19) em todo o País, o setor de radiodifusão, no atual momento de insegurança e necessidade de informações corretas para toda a população, está expandindo a sua atuação aumentando o número de horas no ar do seu jornalismo", afirmam as entidades no documento.

As entidades apontam que todas as emissoras fizeram mudanças na sua grade de programação, já que os programas voltados ao entretenimento, especialmente os de natureza artística e cultural, sofreram redução horária. Por outro lado, o jornalismo se tornou um elemento "fundamental para a nossa sociedade, tanto para levar informações de interesse público à população, como para o combate à desinformação, substancialmente nociva neste momento".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.