Pesquisa mapeia princípios do desenvolvimento de Inteligência Artificial no mundo

O Centro de Estudos sobre Tecnologias Web (Ceweb.br), do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), mapeou o o desenvolvimento de Inteligência Artificial (IA) entre entidades internacionais e empresas. O levantamento monitorou debates realizados pela Comissão Europeia, o Departamento de Defesa norte-americano (DoD), Google, Microsoft, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e Academia de Inteligência Artificial de Pequim (China). A pesquisa integra o NICEIA (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR de Estudos em Inteligência Artificial), grupo composto por profissionais das diversas áreas do NIC.br interessados no tema.

A pergunta chave da pesquisa foi: "que princípios têm norteado as discussões sobre Inteligência Artificial (IA) em iniciativas do setor privado, academia, governos e organizações ao redor do mundo?". O levantamento levou em conta seis dimensões: equidade; confiabilidade e segurança; impacto social; responsabilidade; transparência; privacidade e segurança. As dimensões foram definidas pelos pesquisadores do Ceweb.br após a análise dos documentos de cada iniciativa.

Notícias relacionadas

Experiências internacionais

"Ao fazer esse mapeamento, buscamos unir algumas das principais discussões internacionais sobre IA, que podem servir tanto como consulta sobre o assunto quanto como base para o estabelecimento de políticas sobre o uso dessa tecnologia no Brasil", ressalta Diogo Cortiz, um dos pesquisadores. "Observamos que, de maneira geral, todas as iniciativas afirmam que os processos e sistemas que utilizam a Inteligência Artificial precisam ser seguros e transparentes, e que é imprescindível sabermos os impactos e riscos de cada mecanismo", completa Caroline Burle, pesquisadora que participou do mapeamento.

Segundo Vagner Diniz, gerente do Ceweb.br, um dos destaques do documento é "a convergência da maioria dos diferentes setores pesquisados em afirmar que o uso de IA deve ser centrado no ser humano e promover o desenvolvimento sustentável e bem-estar".

Acesse o Mapeamento de Princípios de Inteligência Artificial, disponível gratuito em português e inglês. (Com informações do NIC.br)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.