Ericsson confirma ampliação no Brasil e anuncia aporte de R$ 1 bi mirando 5G

Após indicar que um investimento para a ampliação de sua produção no Brasil seria anunciado ainda em 2019, a Ericsson oficializou nesta segunda-feira, 25, a intenção de aportar R$ 1 bilhão no País até 2025 de olho no potencial das redes 5G.

A informação foi divulgada pelo presidente da Ericsson Latam Sul, Eduardo Ricotta, em entrevista à agência de notícias Reuters realizada após conversa entre o executivo e o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Notícias relacionadas

Segundo Ricotta, o primeiro passo será a aplicação de cerca de R$ 200 milhões na ampliação da planta da empresa em São José dos Campos (SP), onde uma nova linha de montagem de equipamentos 5G deve começar a operar no terceiro trimestre de 2020, a depender do cronograma do leilão de quinta geração.

Após assumir em janeiro a Ericsson Latam Sul (que reúne operações de Brasil, Argentina, Chile, Peru e Uruguai), Ricotta havia sinalizado a este noticiário que uma ampliação da fábrica no interior paulista seria oficializada, mirando não só o atendimento da demanda doméstica, mas também a de vizinhos sul-americanos.

"A fábrica brasileira já atendia os outros países [do Latam Sul], mas precisamos dessa investimento porque o 5G está chegando, e queremos produzir 5G em São José dos Campos", afirmou Ricotta, na época. O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Indaiatuba também foi destacado como parte importante na estratégia.

Recentemente, a Ericsson tem participado de diversos testes 5G ao lado de operadoras como Claro e TIM. Nos últimos anos, o Brasil tem sido apontado como um dos principais mercados globais para a empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.