Operadores divergem sobre resultados do encontro com Brasil Telecom

Operadores de TV a cabo que participaram da reunião com a Brasil Telecom nesta quinta, 24, na ABTA, em São Paulo, para ouvir uma apresentação sobre o serviço de distribuição de vídeo sobre ADSL da tele, divergem sobre os resultados do encontro. Andrew McColm, COO da Canbrás, considera que o encontro foi importante e tem certeza que a tecnologia de distribuição de vídeo sobre ADSL funcionará bem em demonstrações, mas ainda espera para ver se em aplicações reais a tecnologia se comportará da mesma maneira. Antônio Salles, da Viacabo TV, ressalta que independente de avaliações sobre tecnologias, a aproximação entre empresas de TV paga e empresas de telecomunicações é um passo importante que precisa ser dado para o desenvolvimento futuro de aplicações convergentes. Ele diz que empresas de TV por assinatura não devem se afastar do mercado de empresas de telefonia, que é muito maior e mais forte.
Mas outras opiniões foram menos favoráveis. Em alguns momentos, foi mostrada para a Brasil Telecom até alguma hostilidade defensiva, ou seja, procurou-se deixar claro que as empresas de TV paga não precisam daquela tecnologia para prestar seus serviços. Há quem aposte também que a tecnologia de vídeo sobre ADSL ainda precise amadurecer tecnicamente e, principalmente, encontrar um modelo econômico. Ou seja, na reunião com a ABTA ficaram expostas mais divergências do que convergências entre empresas de TV paga e telefonia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.