América Móvil diz que conversou e não fechou com a Nextel por questão de preço

Apesar de dizer que não existem conversas no momento, José Félix, presidente do grupo América Móvil no Brasil não descarta a possibilidade de uma negociação com a Nextel. "Não há consenso, e tem a questão do preço", disse o executivo. Segundo ele, já houve conversas e a dificuldade foi o valor, assim como a perspectiva de uma migração tecnológica complexa (pate da base da Nextel utiliza ainda o iDEN, uma tecnologia em fase terminal), mas ele não despreza os 2,5% de market share da operadora, ainda mais em um momento em que o mercado mostra-se consolidado. Nesta terça, 25, Francisco Valim deixou o comando a Nextel. Uma das causas de seu desligamento foi o insucesso na operação de venda da empresa, ainda que os resultados operacionais e a performance da companhia tenham melhorado durante a sua gestão.

Sobre a Oi, Félix voltou a dizer que a empresa não tem nenhum interesse mas que torce para que a Oi se recupere. "Acredito, como tem dito o CEO da companhia, que ainda é possível uma solução negociada", disse Félix durante encontro com a imprensa em Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.