José Formoso, novo presidente do SindiTelebrasil, diz que setor não trabalha no "modo de crise"

O novo presidente do SindiTelebrasil, José Formoso, que tomou posse para um mandato de dois anos nesta quarta, 24, não acredita que a crise econômica que ainda prejudica o setor em outras partes do mundo possa afetar o desempenho das empresas no Brasil. "Acredito que não temos que ter agenda de crise. A dimensão do Brasil, a demanda por serviços, os eventos internacionais, os compromissos de qualidade de banda larga, tudo isso mostra que temos um futuro promissor. Lá fora está complexo, aqui está bem melhor", garante.

Formoso assume o sindicato com a mensagem de manutenção do trabalho feito por Antonio Carlos Valente, da Telefônica/Vivo, que ocupou o cargo por cinco anos. "Um dos grandes méritos da gestão que me antecedeu foi fortalecer a representatividade do setor. É um avião em voo, não temos mudanças. Temos um plano que foi traçado para cinco anos", diz Formoso. No estatuto do sindicato, não há limite para a recondução.

Os números de crescimento do setor explicam as declarações otimistas do novo presidente. Nos últimos quatro anos, as empresas investiram R$ 86 bilhões, 40% a mais que nos quatro anos anteriores. A banda larga nesse período cresceu oito vezes e foram adicionados 106 milhões de novos acessos celulares. Dos 106 milhões de acessos em banda larga, 40% foram adicionados nos últimos 18 meses.

O diretor-executivo do SindiTelebrasil, Eduardo Levy, ressaltou que o crescimento do número de acessos em banda larga está sendo acompanhado pelo aumento do tráfego de dados por usuário, que cresceu, em 2012, 109% em smartphones e 216% em tablets.

No primeiro trimestre do ano, as empresas investiram R$ 5 bilhões, 4% a mais do que foi feito no mesmo período do ano passado. Já a receita bruta do setor teve um crescimento de 5,2% no primeiro trimestre, chegando a R$ 55 bilhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.