EuTV defende que MVNO use interconexão da dona da rede

A operadora móvel virtual (MVNO) EuTV, que presta serviço aos Correios,  sugere à Anatel que insira no novo texto do Regulamento Geral de Interconexão a possibilidade de que as MVNO usem a interconexão já existente da operadora na qual ela está vinculada e que também é a sua transportadora. A proposta foi portada na consulta pública sobre alteração da norma, e que foi encerrada na última quinta-feira, 23.

Para a empresa, essa interconexão existente terá a sua capacidade ampliada conforme o crescimento específico do tráfego gerado pela MVNO com as demais operadoras. "Na conciliação de tráfego sugerimos a assinatura de uma carta tripartite onde se estabelece que as remunerações de uso de rede serão pagas pelas pontas, ou seja, a MVNO e a operadora de origem/destino e não pela transportadora, mantendo-se as regras vigentes de remuneração para as não PMS", opina.

Já para as pequenas operadoras, a entidade afirma que deve ser permitida a criação de consórcios ou a implantação compartilhada da interconexão e, eventualmente que a interconexão seja negociada com alguma operadora de grande porte já existente e até mesmo com empresas que sejam criadas com a finalidade específica de prover interconexão.

A EuTV entende que essa inclusão segue a linha traçada pela agência na busca da atração de pequenas empresas e na simplificação dos processos para permitir que tais empresas se tornem viáveis técnica e economicamente. A empresa acredita que tal medida atrairá pequenas investidoras para o mercado de MVNO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.