Investimentos em redes pelo REPNBL da TIM sobem para R$ 2,4 bilhões

Sobem para R$ 2,4 bilhões os projetos de redes da TIM aprovados com as isenções previstas no Regime Especial de Tributação do Programa Nacional de Banda Larga para Implantação de Redes de Telecomunicações (REPNBL). Nesta sexta- feira, 23, o Ministério das Comunicações publicou mais 15 propostas de construção de redes de acesso óptico em 4G e 3G, em todo o País, no valor de R$ 1,5 bilhão.

Na segunda-feira, o Minicom já havia publicado a aprovação de projetos da TIM no valor de R$ 950 milhões, para aplicação em redes de acesso móvel e sistemas de comunicação por satélite. As infraestruturas também estão previstas para todos os estados brasileiros.

O Regime Especial de Tributação do Programa Nacional de Banda Larga (REPNBL) permite a empresas que investirem na construção e modernização de infraestrutura de banda larga terem acesso à desoneração de impostos e contribuições federais. O prazo para apresentação de projetos foi encerrado em junho deste ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.